Fumadores

Porque é que fumar aumenta o risco da doença das gengivas?.

Fumar aumenta a formação da placa bacteriana, o que faz com que a doença das gengivas progrida com maior rapidez comparativamente aos não fumadores.

Se a placa se acumular abaixo da linha das gengivas, as bactérias podem infetar as gengivas e libertar toxinas, o que provoca vermelhidão e inchaço (inflamação).

A inflamação e as toxinas podem causar a destruição dos tecidos que suportam os dentes, incluindo o osso. Quando isso ocorre, as gengivas separam-se dos dentes formando bolsas ou sulcos.

Os fumadores e utilizadores do tabaco estão mais propensos a sofrer deste tipo de doença do que os não fumadores. Isto é um problema porque estas bolsas ou cavidades enchem-se cada vez mais de placa e as toxinas bacterianas provocam uma maior infeção. Se não forem tratadas, as gengivas podem encolher fazendo com que os dentes pareçam mais compridos e, possivelmente, fazendo com que fiquem soltos e caiam.

As gengivas dos fumadores são mais propensas a infeções

As gengivas dos fumadores são mais propensas a infeções porque o vício de fumar e o tabaco reduzem o oxigénio na corrente sanguínea, o que faz com que reduza o fluxo de sangue e nutrientes aos tecidos gengivais. Isto diminui os mecanismos de defesa do organismo e faz com que as gengivas sejam mais propensas a infeções.

Fumar também pode desacelerar os processos de cura do organismo, fazendo com que as gengivas infetadas demorem mais tempo a sarar, ou chegando mesmo a nunca sarar.

Por exemplo, nos Estados Unidos, um estudo demonstra que fumar pode ser responsável por cerca de 50% dos casos de doença das gengivas.

A deteção da doença das gengivas é mais difícil nos fumadores

A deteção de doenças das gengivas é mais difícil nos fumadores. A razão é porque a nicotina e outros compostos químicos do tabaco podem provocar uma redução do fluxo sanguíneo que pode ocultar alguns dos sintomas associados à doença das gengivas, como o sangramento.

O que pode fazer?

O tratamento da doença das gengivas nos fumadores pode ser uma tarefa difícil mas não impossível, sendo o mais importante tomar medidas o quanto antes. Deixar de fumar parece eliminar gradualmente os efeitos nocivos do tabaco sobre a saúde das gengivas.

Se se preocupa de alguma forma com a sua saúde oral, consulte o seu dentista ou higienista.